Connect with us

Destaques

Cachorro Grande lança versão ao vivo e videoclipe de “Sinceramente”

Published

on

Cachorro Grande AoVivo Rui Mendes - Cachorro Grande lança versão ao vivo e videoclipe de “Sinceramente”

A banda Cachorro Grande, uma das mais icônicas do rock nacional, na estrada há 18 anos, anuncia o lançamento da música “Sinceramente”, acompanhado de videoclipe, com participação especial de Samuel Rosa, vocalista do Skank. A novidade é parte do repertório do próximo álbum, intitulado “Clássicos”, que reúne os principais sucessos, e está previsto para sair em abril – trata-se de um marco na carreira da banda, uma vez que celebra sua história, com canções do final dos anos 90, quando começaram, até hoje.

“Sinceramente” é parte do terceiro álbum, “Pista Livre”, de 2005, e ganha, além da ao vivo, versão de estúdio. A música virou uma referência na carreira da banda, uma vez que foi ainda regravada em outras línguas, em especial no português de Portugal, pelo cantor Roberto Índio. Outro destaque foi a entrada como trilha sonora da telenovela “Alta Estação”, transmitida pela Record em 2006 e 2007.

“‘Sinceramente’ surgiu no réveillon, na beira da praia. Eu procurava no violão uma melodia parecida com as baladas de Paul McCartney e, após criar, fiquei com ela na cabeça, ainda sem a letra”, conta Marcelo Gross, guitarrista. “Em janeiro nós fomos ao Rio de Janeiro para gravarmos “Pista Livre”, e o Rafa Ramos, que produziu o álbum, disse que precisávamos de uma balada para o disco. Eu mostrei a melodia que acabara de criar, ele gostou e pediu para escrevermos a letra. Naquela mesma noite eu peguei uma letra que já tinha criado, completei baseada no romance que eu vivia na época e mostrei para a banda. O Rafa gostou bastante, e tivemos a ideia de introduzi-la com piano, o que foi crucial.”, finaliza.

Já o videoclipe teve direção de Lírio Ferreira, cineasta premiado, e famoso pelos longas “O Homem que Engarrafava Nuvens”, “Cartola – Música para os Olhos”, entre outros. A gravação aconteceu em 2017, durante dois shows no Centro Cultural Rio Verde, em São Paulo. Na mesma oportunidade – onde foi captado todo o áudio de “Clássicos” -, Lírio dirigiu cenas do documentário que contará a história da banda, que tem lançamento previsto para 2019.

Ficha Técnica – Música “Sinceramente”, da banda Cachorro Grande

Produção: Beto Bruno, Marcelo Gross e Jander Antunes

Mixagem e Masterização: Jander Antunes

Ficha Técnica – Videoclipe da música “Sinceramente”, da banda Cachorro Grande

Direção: Lírio Ferreira

Produção: Press Pass e Chá Cinematográfico

Mixagem e Masterização: Jander Antunes

Advertisement
Deixar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Celebridades

Giulliana Succine aproveita festa na 360 Sports ao lado de Daniel Lamassa: “#DeuMatch”

Published

on

GRSDL - Giulliana Succine aproveita festa na 360 Sports ao lado de Daniel Lamassa: “#DeuMatch”

Na tarde dessa sexta-feira (19/07), a atriz carioca Giulliana Succine aproveitou a chegada do final de semana para passar junto ao namorado Daniel Lamassa, que se conheceram ainda no início desse ano.

Como os pombinhos teriam se conhecido através de um aplicativo de namoro, Giulliana aproveitou o clima e colocou na legenda a combinação perfeita dos dois: “Eu&Você&Cerveja(ouGim) #Deu Mach”, frase que também estava estampada na camisa do namorado.

Foto: Divulgação

Continue Lendo

Destaques

Melasma: Saiba o que é e como tratar

Published

on

MSCT - Melasma: Saiba o que é e como tratar

São 150 mil casos de melasma registrados no Brasil todos os anos. As manchas escuras que não representam risco para a saúde e não são contagiosas aparecem no rosto, em regiões como testa, bochecha, queixo e nariz. Apesar de menos comum, as manchas também podem aparecer em outras áreas expostas ao sol, como colo e braços.

A doença atinge em sua maioria mulheres no período fértil e é associada a fatores genéticos, exposição ao sol e hormônios femininos, mas homens podem apresentar seja pelo uso de algumas medicações, pele morena, quem tem maior exposição solar ou vive em grandes altitudes.

“Não há uma causa definida, mas muitas vezes esta condição está relacionada ao uso de anticoncepcionais femininos, gravidez e, principalmente, à exposição solar. O fator desencadeante é a exposição à luz ultravioleta e, até mesmo, à luz visível. Além disso, a predisposição genética também influencia no surgimento desta condição,” explica a micropigmentadora estética Danielle Furtado.

De acordo com a esteticista Natália Nascimento, o melasma não tem cura e requer o uso de protetor solar de forma contínua mesmo em dias nublados. Para a condição que afeta a autoestima há tratamentos disponíveis no mercado , “Começamos com o tratamento de dentro pra fora através de nutracêuticos específicos para o melasma e depois com microagulhamento, peeling, bbglow e outros,” explica Natália.

A alimentação tem um fator muito importante para a redução do quadro de melasma. Os antioxidantes dietéticos têm como finalidade suprimir os intermediários reativos gerados em mecanismos do estresse fotoxidativo, atuando especificamente como absorventes dos raios UV e/ou modulando vias de sinalização ativadas pela radiação.

A nutricionista e funcional chef, Luma Monteiro explica que o através de uma conduta nutricional que contribua, de forma complementar, para a prevenção e melhora dessa dermatose, como, por exemplo:

· as frutas (acerola, caju, goiaba vermelha, melancia, morango, mamão, melão, pêssego, damasco, ameixa, uva, maçã, romã);

· vegetais (brócolis, couve, couve-flor, tomate, abóbora, cenoura, pimentão, agrião, batata-doce, alface, espinafre, cebola, vagem), oleaginosas (nozes, castanha do Brasil);

· bebidas (chá verde, suco de tomate, suco de uva integral, suco de romã);

· óleos vegetais (girassol, milho, canola, amêndoa, linhaça, chia, azeite),

· gérmen de trigo, cacau, grãos de cereais e seus óleos, carnes, ovos, peixes, produtos lácteos, frutos do mar, entre outros.

“É importante acrescentar que açúcar, frituras, embutidos, no geral são os alimentos ultra processados fazem mal para o melasma, pois causam processo inflamatório,” explica Luma. 

Foto: Divulgação

Continue Lendo

Celebridades

Luca Moreira analisa situação do suicídio no mundo em artigo: “A culpa é da humanidade”

Published

on

Capa 7 - Luca Moreira analisa situação do suicídio no mundo em artigo: “A culpa é da humanidade”

Sem dúvidas, uma das maiores doenças e sofrimentos da sociedade em seu período atual é  a depressão,  que leva muitos ao suicídios,  e tem sido classificada como a segunda maior causa de morte no mundo inteiro e a quarta no Brasil. Muito se é levantado sobre  o que leva uma pessoa a querer tirar a própria vida. Porém, já pararam para pensar que ao mesmo tempo que nos questionamos diante dos fatos apresentados, a negligência humana pode ser um dos maiores equívocos para o aumento desses casos com nossos jovens? Que a sua atitude e reação podem ser os responsáveis por salvar alguém que esteja entre a linha limite entre a vida e o abismo?

De acordo com uma publicação feita pelo Estado de São Paulo em setembro de 2018, a cada 45 minutos, um brasileiro comete um atentado contra sua própria vida, já no mundo, a situação é ainda mais alarmante, com um suicídio a cada 40 segundos. Mas o que será que está causando isso?

O ato do suicídio é considerado por suas vítimas como um experimento de alívio, pois ao acreditarem que são culpadas por todos os seus problemas em relação ao mundo, possuem a visão de que encontrarão na morte uma saída para suas frustrações. Nos minutos que antecedem esse ato, o pensamento dos portadores desse sentimento, passam por uma queda de autoestima, acreditando que não são bem-vindas ao mundo e que por isso são consideradas “desentendidas”.

Caso você encontre alguma pessoa passando por problemas que agravem um quadro de depressão ou comportamentos suicidas, é recomendado auxilia-lo com cautela, direcionando-o para uma ajuda psicológica. O CVV (Centro de Valorização da Vida), também disponibiliza o número 188 para quem precisar de um aconselhamento ou apenas de alguém para conversar.

As mídias para o bem e para o mal:

A série de ficção “13 Reasons Why”, produzida orginalmente pela Netflix, retrata um processo importante de ser entendido em relação ao suicídio: essa decisão não é imediata, e sim, ela vem de um grande acúmulo de situações e experiências que perseguem a vida dessa vítima.

Ainda esse ano, na Malásia, uma caso foi compartilhado entre os internautas, em que uma menina de 16 anos, realizou uma enquete em seu Instagram, onde perguntou aos seus seguidores se ela deveria se matar ou permanecer viva, e cerca de 69% das respostas, foi optando a levá-la ao suicídio, que aconteceu pouco depois da postagem.

 Para que possamos acabar com essa epidemia, e mais importante, preservar a vida humana, é necessário que cada pessoa se solidarialize e esteja disposta a ouvir aquele que está próximo, pois grande parte dessas vítimas não foram acudidas no momento em que estavam pondo a própria vida em risco.

Muitas vezes, por estarem cercados de uma tecnologia que tem uma presença excessivamente ativa, as mídias digitais acabam por possuir bastante influência na vida dessas pessoas, seja de forma conscientemente ou inconscientemente, e assim fazendo uma apologia a deepweb. A comunidade virtual tem o seu lado atraente e o seu lado obscuro.

Um caso muito conhecido em janeiro de 2013, foi o fenômeno “Baleia Azul”, que surgiu em uma rede social da Rússia, onde jovens eram orientados a se atormentarem psicológica e fisicamente, onde o seu destino final seria a morte forçada. Esse caso foi responsável por aproximadamente 100 casos de suicídio pelo mundo inteiro. No Brasil, o fenômeno teria deixado vítimas nas regiões de Mato Grosso, Minas Gerais, Bahia, entre outras regiões.

Por um outro lado, no começo deste ano, o Instagram e o Facebook, liberou uma função onde a busca por assuntos relacionados ao suicídio, agora estão sendo protegidos pelo Instagram. Sempre que forem pesquisados, uma “ajuda” é oferecida às pessoas que possam supostamente estar passando por esses problemas. O aplicativo oferece ajuda como recursos de conversar com um amigo, contatar a central de valorização da vida e até mesmo dá dicas de como fazer para aproveitar a sua vida ao máximo.

Sobre Luca Moreira:

Luca Rocha Moreira nasceu em Niterói – RJ, no dia 14 de maio de 1998. Descendente de família mineira por parte de mãe, é filho da funcionária pública Lucia Maria Rocha da Silva e do designer gráfico Luiz Carlos Falcão Moreira. Estudou a infância toda em rede particular de ensino e durante o ensino médio, cursou integração com técnico em engenharia naval pela Escola Técnica Estadual Henrique Lage, unidade componente da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro, onde participou de diversos protestos relacionados ao grêmio estudantil.

Enquanto estava cursando a escola, iniciou um curso de interpretação teatral na Oficina Social de Teatro, onde teve seu primeiro contato com as artes cênicas, onde recebeu aulas do ator e professor Alécio Abdon, porém se retirou do curso por motivos de dificuldade em interpretar seus personagens. Ainda no segundo grau, montou uma página no Facebook, onde começou a falar de múltiplos assuntos, entre eles esportes, nutrição e cultura. Em março de 2016 foi descoberto pela produtora teatral Grazi Luz, dona da Fazart Produções Artísticas, quando recebeu seu primeiro convite para ser aprendiz de comunicação da companhia, ainda que com 17 anos.

Seu interesse pelo jornalismo teve início alguns meses após sair da produtora, quando começou a publicar artigos no “Almanaque Mídia” na época comandado por Esdras Ribeiro. Algumas semanas depois do fechamento do portal, foi abordado pelo jornalista brasiliano Daniel Neblina, que o convocou para integrar o time de colunistas do “RegistroPop”, onde despontou como entrevistador-chefe do veículo, foi aí que iniciou sua carreira como jornalista. Fundado em dezembro de 2017 e lançado em janeiro de 2018, após o ano novo, o site Luca Moreira, estilizado apenas como “LM”, foi o ponto alto onde tudo passou a se desenrolar e o primeiro projeto original e criado por conta própria. No início, ele foi pensado apenas para ser um formato de sites de entrevistas somente, seguindo o conceito do blog CJ Martim em São Paulo, mais para manter o público crescendo, o projeto teve de se expandir e buscar parcerias. Hoje em dia, o site também tem função pessoal em poder aplicar as técnicas que fui desenvolvendo na faculdade.

Continue Lendo

Bombando!